A criatividade é vista como parte da natureza da criança, tornando-se uma questão de potencial a ser atualizado, ou não, pela educação. CREAT_ED busca compreender historicamente como a ideia da criança como sujeito criativo se tornou um ponto quase inquestionável na educação. Para se tornar uma meta educacional, a criatividade teve que emergir como um problema e ansiedade na educação. A fabricação da criança criativa vem acompanhada da esperança de um futuro melhor, mas também do medo do cidadão que não se enquadra nessa categoria. CREAT_ED parte do trabalho que temos vindo a desenvolver como crítica à instrumentalização da criatividade no campo educativo português, espelhando directivas internacionais.